Pesquisar

domingo, 27 de março de 2016

A relevância da Ressurreição de Jesus para a fé Cristã.

Texto básico: I Co 15.17-20;Atos 4.33;17.18; Rm 10.9


Introdução: Amados, sem o fato histórico da ressurreição de Jesus, o Cristo, não teríamos nenhuma autoridade, para apregoar o evangelho, chamando os homens ao arrependimento e oferecer segurança de vida eterna.


1. A RESSURREIÇÃO DE JESUS RATIFICA AS VERDADES ESSENCIAIS DO EVANGELHO, NAS ESCRITURAS.

Lc 24.44-47 - Depois lhe disse: São estas as palavras que vos falei, estando ainda convosco, que importava que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos.  Então lhes abriu o entendimento para compreenderem as Escrituras; e disse-lhes: Assim está escrito que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressurgisse dentre os mortos; e que em seu nome se pregasse o arrependimento para remissão dos pecados, a todas as nações, começando por Jerusalém.

Atos 4.33 - E os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça.

Atos 17.18 - E alguns dos filósofos epicureus e estóicos contendiam com ele; e uns diziam: Que quer dizer este paroleiro? E outros: Parece que é pregador de deuses estranhos; porque lhes anunciava a Jesus e a ressurreição.

 Aleksandr Mien, sacerdote ortodoxo russo - “Desde a manhã da ressurreição, os séculos passaram num relâmpago, impérios surgiram e se foram, civilizações inteiras desapareceram, revoluções militares, convulsões nacionais e políticas mudaram à própria ordem do nosso mundo, Mas aquela pequena comunidade de pescadores fundada pelo judeu Jesus, da aldeia de Nazaré, a sua igreja, permanece de pé até hoje, como um rochedo firme no meio de um mar em contínuo movimento.“

2.  A RESSURREIÇÃO DE JESUS PROCLAMA QUE A SUA MORTE É REDENTORA.

I Co 15.54-55 – E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.  Onde está, ó morte, a tua vitória?

Rm 6.23 - Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.

I João 1.7 - mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado.

João Crisóstomo, um dos pais da Igreja - “Ninguém chore pelos próprios pecados, porque o perdão emergiu do túmulo. Ninguém tenha mais medo da morte, porque dela nos livrou a morte do salvador; prisioneiro da morte, ele a sufocou, tendo descido aos infernos, submeteu os infernos.”                      
                                              
Fulton Sheen - Satanás pode aparecer com vários disfarces como Cristo, e no fim do mundo apresentar-se como benfeitor e filantropo; mas jamais poderá aparecer ressurreto com as cicatrizes da cruz.

3.  A RESSURREIÇÃO DE JESUS ASSEGURA O JUÍZO SOBRE O MUNDO INCRÉDULO.

a) Evangelho é sentença de vida ou de morte. Felicidade ou infelicidade eterna...
b) Tem ateu?Blasfemadores?Desprezadores da tua fé?
Culpado diante de Deus não é inocente...Um dia haverá um acerto de contas....
c) Estado de ignorância espiritual, só se resolve com arrependimento...

Atos 17.30,31 - Mas Deus, não levando em conta os tempos da ignorância, manda agora que todos os homens em todo lugar se arrependam; porquanto determinou um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do varão que para isso ordenou; e disso tem dado certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos.

Walter B. Knight – “A morte vicária de Cristo não foi deficiente para ninguém; foi suficiente para todos; Mas, só será eficiente para os que crerem no Cristo ressurreto”.

4. A RESSURREIÇÃO DE JESUS HABILITÁ-NOS AO CÉU. ELE FOI PREPARAR LUGAR.

Joao 14.1-2 - NÃO se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou vos preparar lugar.

I Pd 1.3-4 - Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, Para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós.

5. A RESSURREIÇÃO DE JESUS É A GARANTIA DA RESSURREIÇÃO CRISTÃ. 

João 11.25 - Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá.

I Ts 4.14 - Porque, se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele.
Ap 1.18 - Eu sou o que vivo; fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre! e tenho as chaves da morte e do inferno.

Samuel Borges - A crucificação e a ressurreição de Jesus Cristo não se tratam de mitos ou lendas. São fatos históricos incontestáveis, com minutos, horas, dias, lugares, acusadores, condenadores, testemunhas oculares amigas e inimigas.

William Mcfee – O Cristianismo começa onde a religião termina; E ele desponta com a ressurreição. 

   
6. A RESSURREIÇÃO DE JESUS ATESTA QUE ELE É O FILHO DE DEUS E NÃO UM MÁRTIR.  O QUE É UM MÁRTIR?

a) Mártir é aquele cuja morte é imposta de modo irreversível por religiosos, autoridades e indivíduos de crenças opostas e intolerantes.

João 10.17,18 - "Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para tornar a tomá-la. Ninguém a tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para dá, e poder para tornar a tomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai."

Rm 1.4 – “Declarado Filho de Deus em poder, segundo o Espírito de santificação, pela ressurreição dos mortos, Jesus Cristo, nosso Senhor.”

b) Cuidado com o que se ensinam sobre a pessoa de Jesus Cristo: O grande exemplo de liderança, o Mestre dos Mestres, o maior psicólogo. E não é apenas isto: Ele é Deus.

John Stott, escritor episcopal inglês - “Não devemos considerar a cruz como derrota e a ressurreição como vitória. A cruz foi a vitória conquistada e a ressurreição foi a vitória endossada, proclamada e demonstrada.”


Michael Green, pregador inglês.

“A ressurreição de Jesus foi a fé que transformou o coração partido dos seguidores de um rabino crucificado em corajosas testemunhas e mártires da primeira igreja...eles podiam ser presos e açoitados, mas ninguém conseguiu fazê-los mudar a convicção de que no terceiro dia, Ele ressuscitou...”

John Whale – “Os Evangelhos não explicam a ressurreição; Todavia, a ressurreição explica os Evangelhos”.

CONCLUSÃO:

1. A religião em si mesma não pode ofertar salvação ao homem.
2. A Igreja Cristã, como agência de salvação, pode ofertar pela pregação do Evangelho do Cristo ressurreto o céu para todo o que crê. Isto é Cristianismo.
3. “...se esperamos em Cristo só neste vida, somos o mais miseráveis dos homens”. Aqui pagamos caro, muitas vezes, o preço da renúncia e da entrega. Há sacrifícios, mas o galardão é certo. Ele disse: O galardão está comigo, vinde bendito do meu Pai, possuíres o reino.
4. Um dia estaremos para todo o sempre com o Senhor. E podemos afirmar com muito segurança: ”Eu sei em quem tenho crido.”
5. E você que ainda não tem esperança de vida eterna, é possível: Jo 17.3 - E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.
6.Em Rm 10.9 está escrito: "Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo."


Fontes: Revista Ultimato, Bíblia de Estudo Pentecostal e anotações pessoais.

Samuel P M Borges


Nenhum comentário:

Postar um comentário

INCLUIR COMENTÁRIO!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...