Pesquisar

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Guilherme Carey(1761-1834)

O Pai das Missões Modernas


           1.    Origem inglesa – avô era professor e o pai sacristão da Igreja Anglicana. Filho de Edmundo  e Elizabeth Carey. Evangelista e missionário Batista inglês.

2.    Nos seus dias a igreja não aceitava a ideia de pregar o evangelho aos pagãos. Certa vez em uma reunião do ministério a que pertencia pediu que ventilassem o assunto de propagar o evangelho aos pagãos, o presidente da reunião pôs-se em pé e gritou com ele dizendo: “Jovem, sente-se! Quando agradar a Deus converter os pagãos, ele fará sem o seu auxílio, nem o meu”

3.   No ano de 1792 pregou o memorável sermão baseado em Is. 54.2,3: ”Amplia o lugar da tua tenda, e as cortinas das tuas habitações se estendam; não o impeças; alonga as tuas cordas, e firma bem as tuas estacas. Porque transbordarás à mão direita e à esquerda; e tua posteridade possuirá as nações e fará que sejam habitadas as cidades assoladas”.  Havia uma ênfase em seu sermão: “ Esperar grandes coisas de Deus e tentar grandes coisas para Deus”.
            RESULTADO: o auditório levantou as vozes em pranto, sentindo-se culpado por  negar o               evangelho aos povos não alcançados.

4.  Então foi criada a primeira sociedade missionária para missões entre os povos não alcançados. A Sociedade Missionária Batista.

5.   A esposa não entendeu a sua chamada para Índia. Foi convencida nas últimas horas da partida, e seguiram em um navio para Índia.

6.   A esposa não tinha interesse nos esforços de seu marido e enlouqueceu. A maior parte dos ingleses com quem Carey teve contato, o tinham como um louco. Esteve muitas vezes sem sustento para a família. Passou a trabalhar de lavrador e empregou-se numa fábrica de anil.

7.  Como era entendido em fauna e flora, fundou a sociedade de agricultura e hortaliças.  Ensinava em escolas para crianças pobres.

8.  No ano de 1775, Carey foi grandemente impactado pelo avivamento liderado pelos também britânicos John Wesley (1703-1791) e George Whitefield (1714-1770).

9.   William Carey viveu num momento muito importante do movimento missionário protestante, que começou com seu ministério de quarenta anos na Índia, e incluía outros nomes, como Henry Martyn, Adoniram Judson, Robert Morrison, David Livingston e Hudson Taylor. Todos conheciam Carey pessoalmente ou foram influenciados por ele.
   
10.  Seu filho Félix aceitou a chamada para pregar o evangelho. Todavia, mais tarde assumiu o cargo de embaixador na Grã Bretanha no Sião. Ele ficou desapontado: E escreveu para um amigo: Félix encolheu-se até tornar-se um embaixador desse mundo.

11. Passou 41 anos na Índia, nunca visitou a Inglaterra. Falava trinta línguas da Índia. E traduziu as Escrituras para todas elas. Escreveu gramáticas e notáveis dicionários indianos. Tornou-se tradutor oficial do governo.Calcula-se que traduziu a Bíblia para a terça parte da  população do mundo de seus dias.

12. Quando Guilherme Carey chegou à Índia, os ingleses negaram-lhe permissão para desembarcar. Ao morrer em 9/06/1834, porém o governo mandou içar as bandeiras a meia haste em honra ao herói que fizera mais em prol da Índia do que todos os generais britânicos.

13.  Em seu leito de morte, William Carey solicitou a Alexandre Duff (1806-1878), missionário escocês na Índia: “Quando eu me for, não diga nada acerca do Dr. Carey. Fale acerca do Salvador de Dr. Carey”. Duff atendeu apenas à segunda parte do pedido, assim como muitos após ele.


            Fonte: Livro Heróis da Fé – Orlando Boyer – 4ª edição 1987.
                       Pesquisas Internet

           Samuel P M Borges
           Abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

INCLUIR COMENTÁRIO!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...